Um anel, uma máquina de costura e uma história de amor – Parte 07

Abri os olhos e mal pude acreditar. Chegou o dia!

Não via Antônio à uma semana, dedicava todo o meu tempo ao vestido… A simplicidade é a elegância dele, mangas longas, com decote em renda, saia levemente rodada com detalhes em fitas de cetim, tudo planejado, cada ponto transbordando todo o meu amor.

Me contaram sobre o tal filtro de barro que Antônio andou usando de pretexto para me espiar, nos momentos de tranquilidade a noite, eu sentia os pensamentos dele em mim, olhava a lua pela janela, a mesma lua que ele também podia ver ao mesmo tempo, onde quer que estivesse.

Quarenta dias se passaram desde o dia da minha fuga, não conseguia parar de pensar nem sequer por um segundo nos meus  irmãos e irmãs que abandonei, pedaços de mim, mas, nesse dia, a felicidade me preenchia.

Tudo estava pronto, a comida, a bebida, os lugares devidamente arrumados para a festa, nosso casamento foi na igreja mais próxima ao sítio que passei a chamar de lar, meu pai não estava presente para me levar até o altar, não havia ninguém para pedir que cuidassem de mim, então Antônio e eu decidimos caminhar juntos até o altar.

Jamais esquecerei aquele olhar, todo o meu futuro cabia naqueles olhos; a igreja estava cheia, mas éramos apenas eu e ele, nada mais importava desde que ele segurasse as minhas mãos e nunca mais soltasse.

“Todos os caminhos pelos quais passei, me levaram até você

De hoje em diante caminharemos juntos”

Na saúde e na doença,

Na riqueza e na pobreza

Na alegria e na tristeza

Até que a morte nos separe

Após todas aquelas palavras, festejamos a nossa união em família

Exatamente nove meses depois, veio ao mundo o primeiro de nossos filhos, então, tomei a decisão de que era o momento de visitar o meu pai.

Continua no próximo capítulo.

12166588_974075069325891_1327620021_n

Essa é uma foto real, do casal que inspirou essa história 🙂

Pra quem chegou agora, ou quer reler, clica pra ler os capítulos anteriores! (Não é porque eu escrevi, masss, são maravilhosos e emocionantes)

Capítulo 01; Capítulo 02; Capítulo 03; Capítulo 04; Capítulo 05; Capítulo 06

Estão gostando? Um grande número de pessoas estava me pedindo por um novo capítulo ( o que me deixou muito feliz)… os motivos pelos quais eu havia parado de escrever não importam, espero que estejam apreciando!

Algumas pessoas também me perguntaram porque os capítulos são curtos… e o motivo, é que a história que apresento aqui pra vocês é uma versão de apresentação do livro que estou escrevendo, que terá muitos outros detalhes da infância de Lurdes e dos dias dela, dos momentos felizes e tristes entre um capítulo e outro… calma calma gente, to desenvolvendo aqui e espero em breve poder realizar isso por mim e por vocês ♥

Mudei muito, mudei a cara do blog, mudei de plataforma (problema de posts sumidos foi resolvido!), mudei de objetivos e de pensamentos, mudei de planos e de sentimentos, mas estou aqui, firme e forte (Com a ajuda do Fê, meu namorado, fotógrafo, designer, programador, etc…)

Por hora são essas as explicações que eu queria passar, aguardem mais posts, capítulos, resenhas, DIY’s que coisas muito legais vem por aí!

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog, lá tem muitas imagens inspiradoras com os temas: Moda/ Costura/ Estilismo/ Modelagem/ Decoração/ Culinária e muitos outros… Além de ficar sabendo de sorteios e matérias super legais ♥ (Vale a pena viu?)
 ♥  Muitos beijos!
Anúncios