Como me sinto depois de “Como eu era antes de você” – Livro da semana

Bom dia leitoras e leitores mais tchutchucos do universo :3

 

Tentando não me cobrar demais pra não ficar louca, decidi criar alguns posts semanais aqui no blog pra me ajudar a alcançar os meus objetivos… espero que não seja só uma fase e logo estejam pipocando vários projetos por aqui.

Um desses posts seria o livro da semana.

Decidi que quero voltar a ser aquela leitora assídua que eu fui quando tinha meus 14/15 anos… eu devora livros e mais livros sem parar… depois que cresci e comecei a ter mais responsabilidades, acabei deixando isso meio de lado… então mais uma das minhas metas para esse ano é ler 01 livro por semana!  Já li uns 04 ou 05 livros esse ano… não foram tantos… mas vamos acelerar isso!

 

livro da semana ceeadv

Ai que clichê Lilian, vai fazer resenha de Como eu era antes de você? Tá todo mundo fazendo, mimimi… não… só quero contar pra vocês, tudo que esse livro causou na minha vida (e ainda está causando, to muito abalada haha).

Eu não estava muito afim de ler esse livro… todo mundo estava lendo, aí tinha o trailler do filme por todos os lados ( que eu também me recusava a ver…), sabe aquela implicância? sei lá… aí minha amiga Michelli (gatona, haha)  ficou no meu ouvido todos os dias falando desse trailer, aí ela foi, comprou o livro, leu o livro, veio até o meu trabalho, colocou o livro na minha mesa e me deu um ultimato: Para o que quer que você esteja lendo e leia esse livro pelo amor!!!!!!! Como é que eu ia recusar a isso? Finalizei a leitura de Harry Potter e o prisioneiro de Azcaban ( estou relendo toda a série Harry Potter *.*) e no mesmo dia embarquei na história da Lou e do Will.

Fiquei altamente viciada! Levando o livro pra todos os lados, lendo a cada brechinha de tempo que eu tinha, lendo de madrugada, lendo enquanto tomava banho (mentira, haha)…  Estou apaixonada!!! Como esses personagens me cativaram, como o amor deles doeu no meu peito…

Quando a Lou fez a barba do Will, falando sobre a pele dele, e contando como cada cuidado fazia parte do dia dela… a evolução e decadência do relacionamento dela com o Patrik (odeio ele… mas adorei que o Matthew Lewis vai interpretá-lo no filme! Veremos finalmente nosso querido Neville como galã) .

As dúvidas no coração da Lou sobre qual profissão seguir, e o desejo dela de cursar um curso de modelagem ou faculdade de moda ♥ Já estou aqui quase encomendando umas meias de abelha… essa história grudou em mim…

Me apaixonei pelo Will, compreendi a decisão dele, compreendi a dor e os sentimentos dele, senti vontade de abraçá-lo em diversos momentos da história…

Quando acabei de ler, abracei o livro, suspirei, derramei uma única lágrima e então fui dar um abraço bem apertado no Fê agradecendo pelo amor e pela vida que eu tenho…

Sério, se você já leu vai entender o que eu estou dizendo… e se por alguma razão ainda não leu esse livro, para tudo que está fazendo e LEIAAAAAAAAAAAAAAAAAAA …

Já dá até pra escrever um livro: Como eu era antes de ler “Como eu era antes de você” hahaha … aiaiaiai quanto amor no meu coração.

 

 ~ É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia em que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente. Você mudou a minha vida –  Will Traynor

~ Sei que essa não é uma história de amor como outra qualquer. Sei que há motivos para eu nem dizer isso. Mas eu amo você. De verdade. – Louisa Clark 

Senti a música como se fosse algo físico que não entrava só pelos meus ouvidos, mas fluía dentro de mim, me cercava, fazia meus sentidos vibrarem. – Louisa Clark

 ~ Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente — ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela — obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o veem. – Louisa Clark

 ~ Não pense muito em mim.
Não quero que você fique toda sentimental. Apenas viva bem.

Apensa viva… – Will Traynor

~ – Escute, Clark, se for usar um vestido assim, tem que se sentir segura. É preciso vesti-lo mental e fisicamente.
– Só você, Will Traynor, para dizer a uma mulher como ela deve usar um maldito vestido – Will e Louisa

 

Vou deixar os dois traillers do filme aqui pra dar um incentivo a mais pra ler esse livro… já estou bem louca pra ver meus amados no cinema… vou arrastar o Fê comigo sim ou claro?

 

vinheta

 

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog.
 ♥  Muitos beijos!

Um dia em um sonho

Havia tempo que não nos falávamos, anos talvez, já nem passava pela minha mente como sempre fazia.

tumblr_mqvr839Gw71sopvz6o1_500

Então, como se não tivesse passado nem um dia, tudo aquilo voltou, e a sensação inevitável de ir ao seu encontro. Vesti uma jaqueta, joguei algumas roupas dentro de uma mochila, peguei um ônibus até a sua cidade. Não sabia onde você morava, nunca nem te vi pessoalmente. Deixei meu instinto me levar até você.

Depois de dias procurando sem parar, decidi olhar a chuva pela janela do quarto da pensão barata. Desolada, já planejando recolher meus poucos pertences e voltar para casa, o cansaço físico já havia tomado conta do meu corpo. Então, te vi passando, feliz, de mãos dadas com uma moça bonita dos cabelos vermelhos (e como era bonita), não resisti, chamei seu nome. Me desesperei ao não saber decifrar o que passava em seus pensamentos, seus olhos refletiam angústia, e ao mesmo tempo uma felicidade imensa em me ver.

Convidei ele para entrar (e a moça dos cabelos vermelhos também), me sentia mal pela moça. Ela estava tão feliz, não sabia nada do nosso passado, não sabia nada das nossas cartas trocadas, nem das noites em claro conversando na internet até um dos dois adormecer. Eu deveria ter deixado que eles fossem embora sem perceber a minha presença, devia, mas não pude.

Conversamos por horas como velhos amigos, contei meus planos, minhas alegrias e minhas tristezas. Ele não gostou do meu quarto, e me convidou para passar a noite em sua casa para ir embora no dia seguinte. Levou a moça para casa enquanto eu pagava a dona da pensão e me despedi (levando um generoso pedaço de bolo caseiro por insistência dela, senhorinha de coração enorme). 

Caminhamos até a casa dele, conheci seus cachorros, seus gatos e sua mãe. Jantamos assistindo a novela, a mãe dele arrumou um colchão para mim ao lado da cama dele, conversamos de mãos dadas a noite toda. Incrível como o assunto nunca acabava, falamos dos livros das músicas e dos deuses, falamos sem parar e rimos. Choramos juntos quando perguntei:

– Você já pediu ela em namoro?

Ele respondeu: – Ainda não. 

Aconselhei que deveria, e então ele perguntou – Porque demorou tanto para me encontrar? Porque me deixou quando eu precisava de você? 

O dia amanheceu sem que fechássemos os olhos, enquanto tomávamos café da manhã a moça tocou a campainha. 

Dividi meu bolo com eles, a hora de pegar o ônibus de volta a casa já estava chegando. Ele me levou até o portão, me deu um beijo na testa, me disse adeus num abraço apertado, e então…

Acordei.

Era 06h00 da manhã, hora de tomar banho e ir trabalhar, tomei café (dessa vez de verdade) e conforme o dia foi passando, todo o meu sonho foi se esvaindo dos meus pensamentos. 

Quem eram as pessoas do meu sonho? Personagens de uma história que um dia pode se tornar um livro, ou um filme, ou apenas irá desaparecer.

 

vinheta

Sabe quando você está fazendo qualquer coisa, então surge uma história na sua cabeça? Aconteceu comigo e decidi dividir com vocês 🙂 ♥

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog.
 ♥  Muitos beijos!

Mimo – Canetas Esferográficas Molin Love

Oi bonitezas!

Riscando aqui da listinha de “posts que planejei”, vou mostrar pra vocês essas coisinhas maravilhosas que chegaram pelo correio *_*

A um tempo atrás, fiz um post resenhando as canetinhas bicolores Minnie da Molin – CLIQUE AQUI pra conferir.

Depois que fiz esse post, enviei pra Molin por facebook pra que eles dessem uma olhadinha e tal… eles gostaram muito e pediram meu endereço pra me mandar um presente, nem fiquei feliz né?

Fiquei vários dias pensando “O que será que vão mandar?” … Os dias foram passando… o legal é que uns dias antes estava passando em frente à uma papelaria aqui da minha cidade e vi umas canetas LINDAS… na hora pensei *Queria tanto uma caneta bonita pra assinar meus papéis bem elegante* , é muito chique ver alguém assinando algo com uma caneta bonita né?

Então cheguei do almoço aqui no trabalho e tinha uma caixinha me esperando A_A

insta

OBS pra participação especial da Babi comentando que ama canetas haha

Abri a caixinha e quase morri do coração haha, tinham 10 canetas maravilhosas!

Foi um auê né, as pessoas vendo as canetas, e pedindo “me dá umaaa”

Cheguei em casa, fotografei os detalhes das canetas pra postar aqui… depois separei : 01 de oncinha pra minha cunhada, 01 de corujinhas pra minha mãe, 01 de corujinhas pra minha cunhadinha e 01 de borboletas pra minha sogra…

A primeira que escolhi pra usar foi a preta com flores rosa, minha preferida!

Agora assino os contratos aqui da imobiliária bem elegante, ryca e phyna haha

 

Elas tem essa ponta que é SUPER macia e desliza muito bem… pra quem escreve bastante são ótimas! são redondinhas assim na parte de baixo, o que é um detalhe a mais na elegância 🙂

Recomendo super que comprem, só aconselho pra tomarem cuidado ao deixarem elas em cima da mesa no trabalho porque pessoas podem querer pegá-las ò_ó hahahaha, quando levanto da minha mesa já coloco a minha na gaveta pra não correr riscos de alguém passar e “Oh, que caneta bonita, vou pegar pra mim” , roubarem minhas canetas “normais” até vai né, vivem criando perninhas… mas essas aqui são minhasss

Molin, amei os presentes! Muito obrigada!! ♥

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog.
 ♥  Muitos beijos!
DSC_0043

Detalhe pro Charlie dormindo lá atrás ♥ Companheiro 

Onde uma inspiração pode levar?

80a2676d2b20ba95167c472037d67105

 

Alguns já sabem, minha palavra favorita no mundo é “Inspiração”.

Todos os dias de manhã, tudo me inspira… acordar e lembrar dos meus sonhos loucos, olhar o fê dormindo,  o Charlie abanando o rabinho… então quando eu ligo o computador, já abro o Pinterest, pra ver as imagens inspiradoras do dia.

Hoje no meu ritual diário de olhar o pinterest me deparei com essa foto aí em cima… na hora eu não percebi, mas é uma sala em miniatura para Barbie…  Quando bati o olho nessa foto vi todo um futuro pela frente! Imaginei essa sala no meu ateliê, imaginei uma cliente sentada comigo planejando um vestido e eu desenhando ele em todos os detalhes… uma música ambiente enquanto organizo os posts da semana trabalhando em casa…

Disso, surgiram muitas outras inspirações, uma coisa levando a outra, que se eu fosse escrever aqui, daria um livro haha.

Sugiro estarem sempre perto de pessoas/coisas que te inspirem! Faz muito bem pro coração ♥

 

Indico esse vídeo sobre como se inspirar para criar uma coleção de moda! CLIQUE AQUI

 

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog.
 ♥  Muitos beijos!

 

topshop-heart-clutch-520x534

 

Sentimentos deixam sequelas.
As vezes a gente tem tanto sentimento dentro do peito, que começa a ficar meio apertado, meio turbulento lá dentro, se colocar o ouvido alí perto do coração, as vezes consegue até ouvir, então aquele mar agitado começa a escorrer tudo que pode pra fora, no meus caso, saem letrinhas, palavras, sussurros… eu preciso dizer, eu tenho essa necessidade louca de falar sem parar,  essa carência, necessidade de um sorriso de bom dia, de ver meus queridos por perto !
Meu coração é meio fraco, e esses dias tenho dado muito trabalho pra ele, é trabalho acumulado, estudos prometidos (e não cumpridos), quero fazer tudo de uma vez, tudo que posso, 24h é muito pouco pra tudo que eu preciso fazer.

É muito amor acumulado, amor pelo meu novo lar, amor pelo meu cachorro, amor pelo meu namorado, amor pelos meus projetos… Quero pegar tudo e colocar dentro de uma caixinha, pra poder levar comigo, pra poder organizar… Acho que tem um furacão dentro de mim… tá tudo meio louco, meio confuso…
minhas letrinhas estão acabando
Estou meio que me afogando nos sussurros.

E tudo que eu preciso fazer é ver meu rosto refletido nesse anelzinho brilhante, ver o quanto a minha felicidade é real que tudo vai se acalmando e voltando ao normal
O mel volta a correr pelas minhas veias, a tranquilidade cresce, é assim, é meu ponto de escape, os deuses sabiam desde o dia em que eu nasci do que eu precisava, e esperaram o momento certo e mandaram dentro de uma caixinha, pra que eu possa ter 24h de abraços e carinhos
aí a explosão volta
mas é explosão de felicidade
e dessa eu gosto.

 

Achei esse texto perdido nos rascunhos de 2013… adaptei pra época atual, uma boa demonstração de quando os sentimentos começam a transbordar 🙂

 

:*

 

Siga-me nas redes sociais! Assim pode ficar por dentro de tudo que acontece aqui no blog.
 ♥  Muitos beijos!

Resenha literária #3 + Série – Outlander (A Viajante do Tempo) – Diana Gabaldon

Bom diiiiia Leitoras e Leitores!!!
Hoje trouxe pra vocês uma resenha literária E uma resenha de série televisiva que é : Outlander!

Antes de qualquer coisa, começo dizendo que não existe neste mundo alguma palavra que descreva o meu sentimento por Outlander (Tanto o livro quanto a série), então mesmo que eu tente explicar pra vocês, jamais vou conseguir masssss farei o possível! 
Como eu conheci Outlander? Tudo começou quando minha amiga Larissa (Lariii, sou eternamente grata ok?) postou no facebook dizendo que assistiu ao primeiro episódio e que gostou muito, falou sobre as bruxas dançando no círculo de pedras e sobre a música e isso instantaneamente me encantou.
Comentei na postagem que iria assistir, pois tudo que ela indica é muito bom, e então ela me disse que ia me marcar na postagem naquele momento pois achou que eu fosse amar a série (e estava certa), coisa do destino.
Resenha básica do verso do livro: 
Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?
“Intrigante… profundamente satisfatório… 
Quando se chega à última página, é difícil conseguir se separar dos personagens.” 
E por todos os deuses, COMO É DIFÍCIL CONSEGUIR SE SEPARAR DOS PERSONAGENS!
A série é muito fiel ao livro, tem inclusive alguns detalhes a mais, que a tornam ainda mais interessante, pequenas passagens que não são citadas no livro mas se encaixam perfeitamente, então podemos falar da série e do livro como uma coisa só. 
No começo você se sente culpada (ou culpado também) por querer que a Claire fique com Jamie no passado ao invés de voltar para seu marido Frank, afinal, ele é o marido dela! Mas isso é algo que se torna impossível, e como não é a vida real, podemos desejar isso pois não é errado. 
Outlander veio até mim em um momento em que eu estava muito deprimida por ter acabado de ler a trilogia Sevenwaters (veja a resenha AQUI), e tem três coisas em comum que me fizeram ver a luz no fim do túnel:
01: Romance arrebatador
02: Tratar diversas vezes do assunto “Plantas medicinais” 
03: Aventura
~ Há o Romance Claire e Frank, onde você se desespera junto com ela sobre como Frank está sozinho no futuro, e o drama de voltar para tê-lo de volta e o Romance Claire e Jamie que te cativa aos poucos, te faz chorar, desejar, sofrer e amar junto com eles.
~ Claire é enfermeira e encantada pelo uso das plantas, quando ela volta pro passado, em um mundo onde não existem vacinas ou antibióticos, faz uso desse seu conhecimento para tratar dos doentes do castelo Leoch e também aprende muuuuito mais sobre isso com a Sra Fitzgibbons, que é como se fosse uma Governanta faz tudo querida por todos. 
~ Não se trata apenas de um romance água com açúcar como muitos outros que existem por aí, é história, a cultura da Escócia, guerra, conflitos, política, estratégia, tortura, corrupção e em 8 episódios da série que já foram lançados, e o primeiro livro você experimenta todas as sensações possíveis como amor, ódio, raiva, compaixão, asco, felicidade, aflição, desejo, frio na barriga, alívio e muuuuuuuitas outras. 
O primeiro livro “A viajante do tempo” tem 799 páginas, e digo que é pouco! Como estou de férias, cheguei a passar 8 horas seguidas lendo, parando apenas para ir ao banheiro e comer algo bem rapidamente pra voltar pra dentro do livro e viajar, eu realmente estava lá com eles! Podia visualizar tudo maravilhosamente bem! 
O Bom é que não para por aí! Terão muito mais livos!!!! 
Antes eles eram publicados pela Editora Rocco (que é a mesma que publica Harry Potter no Brasil), mas eles abandonaram a série, e a Editora Saída de Emergência assumiu a responsabilidade, e agora está relançando livro por livro.
Capas dos livros publicados pela Rocco
Capa de “A viajante do tempo” publicada pela Saída de Emergência
Capa do 2º livro “A libélula no âmbar” que será publicado em novembro, divulgada na Fan Page da Editora Saída de Emergência
A Editora Rocco dividiu alguns livros em 2 volumes, mas, acabei de ver na Fan Page que a Editora Saída de emergência não pretende fazer isso, então podemos esperar por livros enormes *-* (esperando ansiosamente) 
Essa é a única série em que eu consegui visualizar os personagens do livro como os atores da série de TV! Não poderiam em nenhuma hipótese ter escolhido um elenco melhor! 
E Sam Heughan  vamos combinar, por si só já faz valer a pena não desgrudar os olhos um segundo da TV e assistir e re-assistir todos os episódios.
Vou deixar pra vocês a abertura da série, e algumas fotos para inspirá-los a assistir ♥ 
Minha foto preferida de Caitriona Balfe (Claire) e Sam Heughan (Jamie)
Claire e Frank

Além de amor, também há aventura, sangue e violência, então não vai ser algo tedioso pro seu namorado assistir com você, convide ele, vai valer a pena.

A Querida Sra. Fitz, ajuda Claire a se vestir adequadamente à época no Castelo Leoch, lhe providencia todos os “looks” além de ensinar tudo sobre Plantas Medicinais

Rascunho do vestido de noiva de Claire por Terry Dresbach (Responsável pelo figurino de #Outlander
E o vestido pronto! Maravilhoso! 

E agora uma porção de fotos pra suspirar!!!!! 

Dei uma rápida busca aqui, e o lugar onde o livro está com o menor preço é na Livraria Saraiva
A série está sendo transmitida pelo canal Starz, quem quiser saber onde assistir legendada é só me mandar um recadinho lá na Fan Page do Blog que eu conto 😉 CLIQUE AQUI 
Quem leu ou assistiu, seu comentário será muito bem vindo! também pode me chamar lá na Fan Page pra me contar o que achou.
Indico as seguintes Fan pages para curtir no facebook e ficar ligado em todas as notícias sobre Outlander, além de todos os dias ver fotos maravilhosas como essas: 
~♥ Outlander (Página oficial da série de TV)
~♥ Saída de Emergência Brasil (Editora responsável por publicar os livros Outlander no Brasil) 
~♥ Inspiração – Livro de Lírios (Fan page do Blog! Cheia de fotos inspiradoras. Curtindo estará sempre por dentro das postagens novas) 
Quem acompanha o blog já sabe, mas pra quem está chegando agora, tem um sorteio acontecendo! E todos esses prêmios podem ser seus! Quer saber como?? Continue lendo 🙂 
REGULAMENTO PARA PARTICIPAR DO SORTEIO: 

~ Curtir as Fan Pages: 
Inspirações – Livro de Lírios – https://www.facebook.com/livrodelirios e
Kilindo Artesanatos que Apaixonam https://www.facebook.com/kilindoerica
~ Clicar em “Quero participar” Na aba Promoções na Fan Page do blog através deste link: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/389353
~ Compartilhar a imagem do sorteio que está fixada no topo da Fan Page marcando 02 amigos ou amigas: https://www.facebook.com/livrodelirios/photos/a.1474876899414070.1073741842.1470681656500261/1549354145299678/?type=1&theater
~ Podem participar todos que tenham endereço de entrega no Brasil
~ O resultado será revelado no dia 31 de Outubro de 2014
~ O Ganhador ou ganhadora terá 48 horas para responder a mensagem da moderação, enviando dados para entrega, caso não cumpra o prazo, outro sorteio será realizado.
Quer saber em detalhes cada produto que será sorteado? Pode conferir no post oficial: http://www.livrodelirios.com.br/2014/09/sorteio-de-05-itens-pra-quem-ama.html
Boa sorte à todos e muitos beijos! 

Um anel, uma máquina de costura e uma história de amor – Parte 06

23:15, pra que tanta chuva?
Decidi contratar um táxi, para que pudesse levar minha Lurdes e sua mala em segurança até a estação, onde pegaríamos o trem.
Cada minuto parecia uma eternidade, eu prometi a ela que mesmo chovendo canivetes eu iria buscá-la, mas, e ela? Lurdes tinha tudo pra pensar que eu não era uma pessoa confiável, que a chuva era um sinal de que não era para prosseguir com o plano, meu coração doía com a possibilidade de chegar no ponto de encontro e ela não estar lá.
Já não havia unha nenhuma em minhas mãos, sinais do meu esperar, todos esperavam aflitos em casa aguardando notícias, minha mãe já deixou uma cama arrumada no quarto de minhas irmãs pronta para recebê-la, já fazia parte da família mesmo sem sequer conhecê-los, é isso que me fez amá-la, não havia como uma pessoa neste mundo não gostar dela.
Chamei meus irmãos Chico e Nico para que me acompanhassem, eles aceitaram de primeira, então estavam hospedados comigo na casa dos nossos parentes à 3 dias, tempo de sobra para traçar o plano, nada podia dar errado e se por algum motivo ela não estivesse no local e horário combinado, iríamos até a fazenda e não importava quem estivesse em meu caminho, se ela assim o desejasse iria comigo como planejamos.
23:30, começamos nosso caminho, o taxista cobrou o dobro do preço pela chuva e local de encontro, combinamos que ela me esperaria na primeira esquina depois da porteira da fazenda, que ficava em uma baixada e havia risco do carro atolar, a chuva caía em rajadas sem dar um segundo de folga, o vento uivava como um lobo.
Conforme fomos chegando perto, o caminho ficava cada vez mais difícil, a única luz era a dos faróis do Táxi, tinha certeza que ela não conseguiria chegar até o ponto de encontro sozinha, valia a pena abandonar tudo? Seu pai, seus irmãos, sair sozinha na chuva e no escuro carregando tudo que tinha dentro de uma mala, para pegar um Táxi e fugir com alguém que conhecera à tão pouco tempo?
Pois valeu.
Ao mesmo tempo que estacionamos o carro eu a vi, correndo em passos curtos, encolhida, com uma pequena malinha em uma das mãos, um guarda chuva preto na outra, não enxergava um palmo na frente do nariz, desci do carro e corri ao seu encontro, peguei sua malinha e a guiei até o carro.
Não consegui resistir e a abracei, nunca havíamos estado tão perto, mas meu medo de perdê-la me fez agir sem pensar. Ela soluçava e parecia tão frágil que eu tinha medo de a quebrar caso a tocasse sem cuidado, segurei sua mão e seguimos o caminho todo calados com a tensão que pairava dentro do carro.
Ao chegar na estação não pude deixar de perguntar a ela – Lurdes, você tem certeza de que é isso que deseja? Eu não quero forçá-la a nada – as palavras saíram fracas, com receio da resposta – Não tenho certeza do meu futuro Antonio, a única coisa que sei é que quero que ele seja ao seu lado – e então, Chico e Nico voltaram com os bilhetes e entramos no trem.
Lurdes dormiu a viagem toda, com uma paz que contagiava o vagão inteiro.
O Sítio dos meus pais, era modesto comparado à fazenda em que Lurdes vivia, a vida que ela levaria de hoje em diante não teria tanto luxo quanto costumava ter, mas ela se acostumou e rapidamente se encaixou na nova rotina.
Consertou as roupas de todo mundo, minha mãe passava a tarde ditando receitas que ela anotava em um caderno amarelo que lhe dei de presente, caminhávamos todos os dias no pomar e esse era o único momento que era só nosso.
O quarto de minhas irmãs ( que também ficou sendo o quarto de Lurdes) ficava bem em frente ao filtro de barro onde todos bebiam água, segundo meu pai, pelo resto da vida eu teria os rins e a bexiga saudáveis de tanta água que tomei nos 40 dias que antecederam nosso casamento.
Nos últimos dias Lurdes passava a maior parte do dia trancada no quarto, ganhou de minha mãe todo o tecido e materiais necessários para costurar seu vestido de noiva e minhas irmãs não se cansavam de ajudá-la, eu não podia passar perto da porta que elas estavam montando guarda para não de deixar ver nada, afinal daria azar.
Nenhum azar no mundo poderia nos separar, e o dia em que nos tornaríamos um, se aproximava cada vez mais…

Boa noite Leitoras e Leitores!! 
Sei que devem estar bravos comigo, talvez até muito bravos pelo meu sumiço, massss eu não os abandonei.
Mesmo que tenha ficado mais de uma semana sem lançar um novo capítulo, a Fan Page continuou a ter atualizações, e trabalhei em diversas postagens que estão nos rascunhos e serão liberadas nos próximos dias. 
Devido à demora, decidi que o capítulo de hoje tinha de ser especial, então foi todo escrito sob a visão de Antonio, o que acharam?
Pra quem ainda não leu os capítulos anteriores, ou pra quem quer reler: 
Quem acompanha o blog já sabe, mas pra quem está chegando agora, tem um sorteio acontecendo! E todos esses prêmios podem ser seus! Quer saber como?? Continue lendo 🙂 
REGULAMENTO PARA PARTICIPAR DO SORTEIO: 

~ Curtir as Fan Pages: 
Inspirações – Livro de Lírios – https://www.facebook.com/livrodelirios e
Kilindo Artesanatos que Apaixonam https://www.facebook.com/kilindoerica
~ Clicar em “Quero participar” Na aba Promoções na Fan Page do blog através deste link: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/389353
~ Compartilhar a imagem do sorteio que está fixada no topo da Fan Page marcando 02 amigos ou amigas: https://www.facebook.com/livrodelirios/photos/a.1474876899414070.1073741842.1470681656500261/1549354145299678/?type=1&theater
~ Podem participar todos que tenham endereço de entrega no Brasil
~ O resultado será revelado no dia 31 de Outubro de 2014
~ O Ganhador ou ganhadora terá 48 horas para responder a mensagem da moderação, enviando dados para entrega, caso não cumpra o prazo, outro sorteio será realizado.
Quer saber em detalhes cada produto que será sorteado? Pode conferir no post oficial: http://www.livrodelirios.com.br/2014/09/sorteio-de-05-itens-pra-quem-ama.html
Boa sorte à todos e muitos beijos! 

Um anel, uma máquina de costura e uma história de amor – Parte 05

“Minha amada Lurdes
Cada dia que se passa nessa casa sem a sua presença é como se eu morresse um pouco por dentro.
Vou esperar a poeira baixar, deixar seu pai pensar que está tudo bem e que esquecemos um do outro para você conseguir a confiança dele de volta.
Quando ele menos esperar eu vou te tirar daí.
Estou contando os dias para te ver novamente.
Antonio Roel “

Escondi a carta no fundo meu baú de tecidos para que ninguém nunca a encontrasse,  todas as noites antes de dormir eu lia e eram aquelas palavras que me davam força para continuar vivendo.
Muitos dias se passaram, não sei ao certo quantos, mas, de fato achei que meu pai tivesse esquecido os acontecimentos.
Eu acordava, não desobedecia uma regra sequer, passava os dias trabalhando a cada minuto para não dar brecha pra que percebessem os meus planos e então lia a carta e dormia novamente dia após dia.
Comecei uma rotina de ensinar Lara à costurar,  ela realmente tinha talento, passávamos horas trabalhando naquilo, comendo e fofocando; somente com ela eu podia falar sobre Antonio, então era uma terapia.
Cinco da manhã, acordei, alimentei os animais, varri a casa, cuidei do almoço como todos os dias, arrumei então os tecidos e materiais na minha sacola e desci até a casa de Lara, quando cheguei lá mais uma carta me esperava:

“Minha  amada Lurdes
Espero que esteja bem, não pense que te esqueci, minha mala já está pronta, vou passar alguns dias na casa dos meus familiares na fazenda, comece a arrumar as suas coisas aos poucos para que ninguém perceba, dessa vez quando eu voltar você volta comigo
Antonio Roel” 

A Felicidade tomou conta de mim, a aula de costura seguiu ainda mais animada, Lara fez uma saia godê azul belíssima, o sentimento quando uma peça está finalizada é inexplicável.
A noite me sentei na poltrona na sala de estar para ler um pouco enquanto meu pai tomava leite quente, passamos algumas horas juntos e tudo estava bem como não ficava em meses.
Fui acordada no meio da madrugada com passos na casa pra lá e pra cá, escondi as cartas no fundo do baú pois adormeci lendo e elas ainda estavam em minha cama, calcei os chinelos e fui em busca do movimento. Meu pai e minha madrasta estavam no banheiro, meu pai carregava Gilbertinho no colo que estava mais branco que uma folha de papel, tinha vomitado muito, o peguei no colo e ele adormeceu. A única razão que me prendia aquela casa era ele e minhas irmãs, não queria nem pensar o que seria deles sem mim e de mim sem eles.
Fiz soro caseiro para Gilbertinho e ele estava um pouco melhor, então fui novamente para casa de Lara, quando cheguei lá, tive a maior surpresa ao encontrar Antonio!
Ele disse que não queria atrapalhar, então se sentou no sofá e assistiu toda a aula; quando acabamos, voltei para casa, não me demorei para que meu pai não desconfiasse, combinamos que o dia seguinte seria o dia, nos encontraríamos na venda após o almoço para combinar os últimos detalhes!
O Dia seguinte amanheceu com uma chuva terrível, ventania e trovoadas, calcei minhas botas, peguei a guarda chuva e fui até a venda com a desculpa de comprar doces, cheguei lá e Antonio já estava me esperando – Com essa chuva como vamos conseguir? – disse eu – Nem que chovam canivetes Lurdes, hoje eu vou te buscar! Me espere pronta à meia noite em ponto!

Boa tarde Leitoras e Leitores! 
Estão gostando? Pra quem chegou agora, ou quer reler: 

Sei que eu vivo prometendo pra vocês que o capítulo saíra no sábado, mas ontem foi uma correria! Além de trabalhar na imobiliária de manhã, eu e o fê trabalhamos nas fotos e no cartaz do sorteio que já está acontecendo!!!! Ainda não viu? 
Clique AQUI para saber quais serão os prêmios e como participar 
Muitos beijos! 

Um anel, uma máquina de costura e uma história de amor – Parte 04

Custei a acreditar que estava passando por aquele momento, toda a minha noite encantadora apodreceu em menos de quinze minutos.
Meu pai decidiu que teríamos uma conversa, alí e naquele momento, me sentei na poltrona fria de couro preto, e ouvi tudo sem dizer uma palavra – Você é uma vergonha Lurdes, isso é hora de uma moça de família chegar em casa? Quando notou que eu não estava mais na festa, deveria ter saído imediatamente, isso não pode se repetir, mas já estou dando um jeito nisso- Disse ele – Como assim? – Perguntei – Estou arrumando um casamento pra você, já está mais do que na hora.
Meu mundo caiu, fui para o meu quarto, deitei a cabeça no travesseiro e não adormeci um segundo sequer.
Torci pra que ele esquecesse aquela história.
Amanheceu o dia, sol intenso, e a rotina começava mais uma vez, o real motivo do meu pai ter me tirado do colégio foi para fazer todo o serviço de casa que sua digníssima esposa não queria fazer, mas não vou reclamar disso , agora preciso contar o que aconteceu mais tarde…
Almoço preparado, arrumei todas as marmitas dos trabalhadores, todas colocadas em uma cesta fui pro campo para entregá-las, o sol estava muito intenso, corri até uma grande árvore e alí me sentei sob sua sombra para descansar e organizar todos os pensamentos que pairavam na minha cabeça, fechei os olhos por um instante e quando abri, vi uma flor amarela – Boa tarde, muito sol não? – Era ele, estava ao meu lado e ainda me trouxe uma flor da minha cor preferida! – Essa flor me lembrou o seu vestino no baile de ontem, decidi traze-la pra você.
Conversamos por um bom tempo, o assunto nunca acabava, saímos para caminhar, vimos todos os animais da fazenda, fomos ao pomar, eu ainda posso sentir o cheiro das laranjas…
O sol baixou, e estava na hora de voltar pra casa – Lurdes, daqui uns dias eu precisarei voltar para minha casa, e eu gostaria que você fosse comigo – Nenhuma palavra no mundo poderia descrever o que eu senti naquele momento, meu coração lutava pra sair do meu peito – Como assim?- disse eu – Vamos nos casar?
Então eu disse sim, simplesmente saiu, naquele momento não consegui lembrar de todos os problemas que me afligiam, esqueci que tinha pai, esqueci da conversa da noite anterior, mas quando eu entrei em casa comecei a planejar como é que eu contaria pro meu pai que não pretendia casar com o sobrinho da minha madrasta pra quem ele estava me arranjando e ao invés disso me casaria com alguém que conheci a poucos dias.
Planejei tudo, tim tim por tim tim, eu diria a ele que assim como ele amou a minha mãe, eu também amava o Antonio, e assim o faria lembrar de toda a felicidade que sentia, e amoleceria seu coração para que me entendesse.
Escutei a porta da sala abrindo e corri até lá, sorridente para recepcionar o meu pai e fui surpreendida pela fúria em seus olhos e por um tapa tão forte que me fez cair no chão de tábuas de madeira, e não foi o único, ele me levantou e me bateu de novo, e de novo até que eu parei de resistir e ele começou a falar:
Você quer me matar de vergonha? Você e aquele Roel! Sua Madrasta me contou que viu os dois em beijos no meio do campo onde todo mundo poderia ver! EM BEIJOS – Ele gritava, e eu não podia fazer nada,
É claro que era mentira, eu aprendi desde criança no colégio que beijar era somente depois do casamento, eu jamais faria algo sujasse a honra da minha família, mas ela mentiu, pois não aguentou ver a minha felicidade, ela mentiu pois sabia que se meu pai aceitasse, eu não me casaria com o seu sobrinho.
Dois dias se passaram e eu não podia sair de casa, fazia apenas o que me mandavam sem dizer uma palavra, foi então que quando estava na janela, olhando de longe a casa da Lara e imaginando porque até ela havia me abandonada, que Antonio apareceu, e segurou a minha mão! Naquele momento um fogo que começou no dedinho do pé subiu até meu último fio de cabelo! – Lurdes, como você está? eu soube o que aconteceu, e foi por minha causa! Mas eu vou te tirar daqui, agora estou indo pra casa, eu vou ajeitar tudo mas eu volto pra te buscar! eu prometo! – E eu vou te esperar.
Duas semanas depois, Lara me trouxe uma carta de Antonio…

Boa tarde Leitoras e Leitores!! 
Estão gostando? Pra quem chegou agora, ou quer reler: 
O próximo capítulo sai na semana que vem! 
Essa semana se tuuuudo der certo sai o primeiro sorteio promovido pelo Blog! Estou só aguardando o kit chegar pelo correio, será um kit com 05 itens com o tema COSTURA, então vocês não podem perder! Continuem acompanhando as postagens. 
Não deixem de conferir ( e curtir, caso gostem) a Fan Page do Blog no Facebook! Lá vocês podem acompanhar os posts e diariamente posto fotos inspiradoras de Moda/ Costura/ Modelagem/ Estilismo/ Bonecas/ Culinária/ Decoração… além de compartilhar links interessantes e dicas de sorteio pra todo mundo participar e ficar feliz! 

Muitos beijos!

Resenha de filme – A Garota de Rosa Shocking (Pretty in Pink)

Boa tarde Leitoras e Leitores!
Que dia maravilhoso que é a sexta-feira, não? Combinado com o fato de eu não trabalhar amanhã por ser feriado aqui na minha cidade, combinado com o fato de que vou assistir a 02 episódios de Outlander e combinado com o fato de que vou ver meu namorado que não vejo a QUATRO DIASS é o dia perfeito ♥

Hoje trago mais uma resenha de um filme relacionado a moda e a costura, se não viu a anterior CLIQUE AQUI.

Ficha técnica
Lançamento 1986 (1h36min
Dirigido por Howard Deutch
Com Molly Ringwald, Harry Dean Stanton, Jon Cryer 
Gênero Comédia dramática , Romance
Nacionalidade EUA

Sinopse:
(Uma garota pobre (Molly Ringwald), que estuda em colégio de ricos, sonha em ter um vestido especial para ir ao baile da escola e namorar algum colega bonitão e milionário). 

Já estou me sentindo absurdamente íntima desse filme, como se eu tivesse passado vários dias vivendo com os personagens, como eu me sinto quando leio um livro.

O Filme conta a história de Andie, uma garota pobre que foi abandonada pela mãe e que vive com o pai alcoolatra, ela estuda e trabalha em uma loja de discos.
Aí você pergunta: Ei, onde é que a moda e a costura entram nessa história?
E eu respondo: A Andie costura as próprias roupas!

Além de ser um filme com essa temática que eu amo, ele é super aqueles filmes da sessão da tarde sabe? Como “Tudo que uma garota quer” ou ” Meninas Malvadas” porque ele tem uma história de amor água com açúcar de tirar o fôlego! E todos aqueles conflitos que envolvem histórias de amor… Então depois que eu acabei de ver, eu suspirei, fui tomar um banho, e chorei! Chorei chorei chorei.

Olhem que tchutchuco o Blane (O amor dela), ele não é como os caras ricos do filme, que são esnobes e saem com líderes de torcida, ele é rico mas é fofo, é diferente de todos os rapazes

.
E tem também o melhor amigo dela, que a ama em segredo (não tão segredo assim, porque é bem óbvio, ele passa de bicicleta em frente a casa dela pelo menos 100x ao dia)

Sabe aquela amiga bem louca? Ela tem, e o melhor é que essa amiga cada hora está com um visual diferente! Ela é cheia dos conselhos.

Como todo bom filme de adolescente Sessão da tarde, tem O BAILE, ai como eu amo esses filmes com o famoso baile, e o convite pro baile, e o vestido pro baile ♥

Como a coitadinha da Andie é pobre, ela não pode comprar um vestido, então ela ganha um vestido de 2° mão de seu pai, e o antigo vestido de baile de sua amiga, usa de todos os seus dons costurísticos pra fazer o vestido perfeito!

Eu adorei essa cena dela fazendo o vestido, porque ela sente o tecido, ela desenha as ideias, corta aqui, costura alí, ela coloca sentimento nele sabe? o Sentimento daquele momento, que eu não posso contar, se não estarei contando o filme.

Assistammmm pois vale muito a pena, o filme tem essa cara de retrô por ser da década de 80 e só posso dizer que me apaixonei, ele me inspirou demais a desenhar e costurar!

A loja onde encontrei o DVD mais barato pra comprar é o Extra.

Deixo o trailer pra ficarem na vontade!

Clique AQUI para ver o trailer.

Finalizo o post lembrando vocês que amanhã sai o 4° Capítulo da história de amor mais linda do mundo e que está fazendo sucesso! “Um anel, uma máquina de costura e uma história de amor” ♥ .
Quem já leu, releia pra lembrar, e quem não leu, posso saber porque ainda não leu?

~♥ Capítulo 1 / ~♥ Capítulo 2 / ~♥ Capítulo 3

E vou contar algo que não estou me aguentando de querer contar, juro que tentei guardar pra mim, massssssss o blog Livro de Lírios irá promover o primeiro sorteio!
Vou sortear um kit com 05 objetos relacionados à costura! Eu só não posso contar o que é ainda, pois o kit está chegando pelo correio e morro de medo de iludir vocês antes de chegar e correr o risco de dar errado, só adianto que um dos requisitos para participar será curtir a Fan Page então:

Não deixem de conferir ( e curtir, caso gostem) a Fan Page do Blog no Facebook! Lá vocês podem acompanhar os posts e diariamente posto fotos inspiradoras de Moda/ Costura/ Modelagem/ Estilismo/ Bonecas/ Culinária/ Decoração… além de compartilhar links interessantes e dicas de sorteio pra todo mundo participar e ficar feliz! 

Muitos beijos!